Hospital do Sangue

Ajude a Salvar Vidas com a conclusão das obras do Hospital do Sangue do Amazonas. Faça sua doação. Clique aqui.

Horário

Hemoam: Segunda a sábado, das 7h30 às 18h.
Maternidade Ana Braga: Segunda a sexta, das 8 às 13h.

Agende sua Doação

Após sua segunda doação, você já pode fazer o seu agendamento. Clique aqui

21Mar



Equipe do Hospital Universitário Cajuru realiza tutoria na área de imunogenética e histocompatibilidade no Hemoam

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), vinculada a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), recebe até o dia 23 (sexta-feira), a Equipe do Hospital Universitário Cajuru, onde realiza tutoria para o Programa Estadual de Transplantes de órgãos sólidos que pertence ao Programa Nacional de Transplante do Ministério da Saúde.

 

O Hemocentro do Estado faz parte dos laboratórios de Imunogenética listado pelo Ministério da Saúde, incluindo laboratório de Belém, Fortaleza e Natal. A equipe do Ministério da Saúde formada por Josiane Linhares, Karina Omairi, Carlos Alves, que são membros do Hospital Universitário Cajuru. Tem como objetivo promover a adequação de laboratórios das regiões norte e nordeste, conforme a RDC n°61 de 1° de dezembro de 2009, que se refere a realização de um projeto de pesquisa que realize o levantamento das necessidades primárias dos laboratórios de histocompatibilidade e imunogenética participantes, e outro estudo que vise a padronização e otimização das técnicas, baseadas nas necessidades laboratoriais.

 

Problema

A ideia central para a implementação de um projeto de tutoria na área de imunogenética e histocompatibilidade é de poder delimitar as necessidades e carências dos laboratórios que realizam exames de histocompatibilidade, permitindo a adequação, padronização, otimização e/ou implantação de novas metodologias, visando permitir a instalação e o funcionamento de laboratórios aptos a atender as necessidades do Ministério da Saúde e do Sistema Nacional de Transplante, em regiões geográficas do Brasil, consideradas carentes quanto aos serviços prestados na área de histocompatibilidade para transplante.

 

Laboratório

O Laboratório de Imunogenética do Hospital Universitário Cajuru, foi fundado em 1º de julho de 1996 e credenciado pela Associação Brasileira de Histocompatibilidade (ABH), em, outubro de 1996, e recredenciado pela ABH em 1998, em 30 de novembro de 2000 foi habilitado junto ao MS, por meio da Portaria nº 1313/GM/MS, tendo como finalidade específica a realização de exames na área de imunogenética e histocompatibilidade por sorologia e biologia molecular. O recadastramento pelo SNT ocorreu em 22 de agosto de 2014, por meio da Portaria nº 749/GM/MS, válido pelo prazo de dois anos.

O Laboratório está situado no campus Curitiba da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, alocado no primeiro andar, do bloco 4, no Parque Tecnológico (Avenida Guabirotuba sem número, Prado Velho, Curitiba, Paraná).

O Laboratório realiza os exames de histocompatibilidade para a efetivação do Programa Estadual de Transplantes de órgãos sólidos com doadores falecidos, dos transplantes renais com doador vivo dos Estados do Paraná e Santa Catarina (Joinville e Blumenau), monitoramento pós-transplante cardíaco, pâncreas isolado, rim, rim e pâncreas, e rim e fígado, de terapias de redução de anticorpos, indução e/ou resgate.

As condições físicas e qualidade profissional, presentes no laboratório, permitem que sejam realizadas mensalmente 2100 tipificações HLA, para doadores voluntários de medula óssea e outras 300 tipificações para pacientes renais, doadores vivos e falecidos; realização de 150 testes de prova cruzada pré e pós-transplantes com doador vivo e os testes de prova cruzada com doador falecido, conforme demanda; efetivação de 800 exames de determinação de painel de reação de anticorpos anti HLA e seus respectivos laudos, além de atividades de atualização científica para o corpo técnico.

De tal forma, o presente laboratório possui estrutura física e profissional condizentes com as normativas reguladoras da Vigilância Sanitária e portarias do MS e RDC, respectivamente, o que garante a qualidade e idoneidade dos procedimentos e resultados aqui realizados e liberados, tornando-o referência em atividades de imunogenética e histocompatibilidade, tanto nacional quanto internacionalmente.

 






Paginação