HEMOAM Hospital

O HEMOAM Hospital vai aumentar em até seis vezes a capacidade atual de assistência hematológica e oncohematológica do Amazonas, saiba mais.

Horário

Hemoam: Segunda a sábado, das 7h às 18h.
Maternidade Ana Braga: Temporariamente fechado.

Agende sua Doação

O AGENDAMENTO PELO SITE ESTÁ TEMPORARIAMENTE SUSPENSO. PARA AGENDAR SUA DOAÇÃO LIGUE PARA:
3655 0166 OU 984319920 (WHATSAPP)

Hemoam > Notícias

No dia do farmacêutico, simpósio no Hemoam discute papel dos profissionais na hemoterapia e oncologia no Amazonas


Cerca de 130 profissionais e estudantes participaram do evento que discutiu a importância e as competências dos farmacêuticos


PUBLICADO DIA: 27/01/2023 12:32 Última atualização: 23/02/2024 07:55:33 Legenda:
Créditos:

Realizado no dia do Farmacêutico, nesta sexta-feira (20), o I Simpósio de Farmácia da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) discutiu o papel e competências do farmacêutico na hemoterapia e na oncologia. O evento aconteceu no auditório do Hemoam, com a participação de 130 inscritos.

Aberto para o público externo, o simpósio contou com a participação de farmacêuticos de outras instituições e unidades de saúde, além de estudantes universitários.  A entrada foi uma lata de leite para o Grupo Raio de Sol, entidade de apoio aos familiares e crianças em tratamento de câncer.

As palestras discutiram as competências do farmacêutico no ambiente hospitalar, na oncologia, na hemoterapia e as alterações do hemograma nas leucemias. “São nichos que fazem parte do trabalho do hemocentro e despertam interesse dentro e fora da instituição por ser um ambiente fértil de conhecimento. Até mesmo por esses temas, a procura foi bastante alta o que fez a gente direcionar também para o público externo”, explicou Hedylamar Marques, farmacêutica e gerente de ensino do Hemoam.

O farmacêutico e diretor técnico de hemoterapia do Hemoam, Dr. Sérgio Albuquerque, destacou o papel do farmacêutico. “O farmacêutico é fundamental para a saúde publica, que domina e administra essa parte de medicamentos, desde a indústria, a produção do medicamento até a utilização do medicamento com racionalidade dentro dos hospitais, auxiliando tratamentos e terapias de todas as ordens, então por ter um trabalho bastante amplo esses debates são importantes para discutir essas competências”, disse.

O diretor técnico foi um dos palestrantes do evento, que ainda contou com apresentações da farmacêutica Ana Lúcia Pereira, do Hospital da Aeronáutica, Luciana Tezza, no Hospital Maternidade Unimed e da farmacêutica Vitória Sposina, gerente de Análises Clínicas do Hemoam.

No Hemoam, atuam 60 farmacêuticos, divididos entre farmácia hospitalar, farmácia oncológica, Hemoterapia e Laboratório de Análises Clinicas.

 

Hemoterapia e Oncologia

 

No Hemoam, os farmacêuticos que atuam na Hemoterapia desempenham um papel muito importante na triagem do doador; análises clínicas das amostras de sangue do doador e do receptor; controle de qualidade; produção e dispensação de bolsas de sangue.

Na parte oncológica, os farmacêuticos atuam nos cuidados clínicos ao paciente oncológico, protocolos de quimioterapia, gerenciamento do uso de medicamentos, bem como estudo e acompanhamento de reações adversas, gerenciamento dos medicamentos com segurança e efetividade.

 

 






Paginação