Hospital do Sangue

Ajude a Salvar Vidas com a conclusão das obras do Hospital do Sangue do Amazonas. Faça sua doação. Clique aqui.

Horário

Hemoam: Segunda a sábado, das 7 às 18h.
Maternidade Ana Braga: Segunda a sexta, das 8 às 13h45.

Agende sua Doação

Após sua primeira doação, você já pode fazer o seu agendamento. Clique aqui



Documentos Necessários

O paciente deve apresentar, no ato de abertura de seu prontuário, o CPF (inclusive para pacientes menores de idade), carteira de identidade e comprovante de residência, para que possamos providenciar os documentos legais de sua matrícula e APAC.

APAC é a sigla de Autorização de Procedimentos de Alta Complexidade. É um documento exigido pelo Ministério da Saúde (Portaria MS/3434 de 02/09/98), para todos os pacientes que serão submetidos a tratamento de doenças hematológicas complexas, realizado pelo SUS.

Para que o Hemoam solicite uma APAC do Ministério da Saúde para o paciente, devem ser fornecidas algumas informações. Além dos dados pessoais (nome, identidade, endereço) é necessário que o paciente tenha CPF próprio. Vale ressaltar que mesmo que o paciente seja menor de idade (bebê, criança ou adolescente), ele deve ter CPF PRÓPRIO. Não será aceito o CPF do responsável.

Caso o paciente seja menor e ainda não tenha, o pai ou responsável deve se dirigir à uma agência do Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal levando seu documento de identidade, CPF, título eleitoral, comprovante de residência, assim como a Certidão de Nascimento da criança. No dia seguinte você terá acesso ao número do CPF do menor, que deverá ser levado, imediatamente, ao Hemoam. Para mais informações e esclarecimentos, procure o Serviço Social de Atendimento ao Paciente.

Sem o CPF do paciente não será possível solicitar a APAC e o tratamento não será autorizado pelo Ministério da Saúde.



Quem será responsável pelo tratamento?


Cada paciente é acompanhado por médico hematologista que será responsável pela determinação do diagnóstico (se existe ou não doença e qual) e pelo seu tratamento. Você também será acompanhado por uma equipe multidisciplinar, composta por enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem, assistente social, dentistas, psicólogos e fisioterapeutas.

Como posso tratar meus familiares no HEMOAM?

O Hemoam é um hospital especializado em Hematologia. Os pacientes com suspeita de doença hematológica devem ser encaminhados com relatório médico e exames à Triagem, que funciona diariamente de 7:30 às 12:00hs. Serão matriculados apenas os casos hematológicos.

Como posso obter mais informações sobre minha doença?

Os esclarecimentos sobre seu estado de saúde, bem como sobre seus exames diagnósticos e tratamento serão fornecidos a você, ou a seu responsável, pelo médico que o estiver acompanhando, à medida que os exames e diagnósticos forem conclusivos. Nessa ocasião, você receberá um documento informativo, chamado “Consentimento Informado”, que, como o nome sugere, tem como objetivo informar ao paciente e seus familiares quanto ao seu diagnóstico, o tratamento proposto, bem como os riscos e benefícios decorrentes desses, além de obter o seu consentimento para a realização dos exames e tratamento propostos.

Qual é o horário de coleta de sangue para exame?

A coleta de sangue começa às 7 horas e termina às 9 horas.

E se eu chegar atrasado? Qualquer alteração na rotina dos laboratórios pode levar a um mau desempenho de suas atividades. Dessa forma, respeitando o horário estipulado, você estará contribuindo para a qualidade dos resultados de seus exames. No entanto, casos muito especiais de atraso podem ser analisados pela supervisão da coleta, localizada no térreo.

Posso ter cópias dos resultados dos meus exames?

Sim. Você poderá solicitar a cópia de seus exames ao seu médico, durante as consultas ou a qualquer momento, no SAME ou DAP.

Posso marcar ou desmarcar consulta por telefone?

Remarcações serão feitas apenas pessoalmente no setor de marcação de consultas.

O Hemoam fornece a medicação prescrita?

Sim, a medicação para o tratamento de sua doença hematológica pode ser fornecida pela Fundação, desde que tenha sido prescrita por um médico da nossa instituição. A medicação será fornecida a cada período máximo de trinta dias, ainda que esta seja de uso contínuo. A mesma receita é válida até a data da próxima consulta e, você deverá retornar a cada trinta dias para receber nova remessa de medicamentos.



Emergência e Internação


Qualquer pessoa pode procurar a emergência do Hemoam?

Não. A emergência do Hemoam é o setor especializado no atendimento em caso de urgência de pacientes hematológicos, já em tratamento na Fundação.

O que devo fazer para ser atendido na emergência?

Procure vir sempre acompanhado e com o seu cartão de matrícula do SUS ou Plano de Saúde. Se possível, traga, também, a última receita de seu médico

Após receber alta posso retornar para novas consultas?

Se você recebeu alta, isso significa que você está curado de sua doença hematológica, ou que não tem uma doença que deverá ser tratada aqui. Caso volte a necessitar de nova consulta, você poderá contatar a Gerência Médica para que a situação do momento seja analisada. Sempre estamos a disposição da sociedade!

Posso continuar utilizando os serviços após a alta do Hospital?

Não. Todos os serviços oferecidos pelo Hemoam são para uso exclusivo de pacientes com matrícula ativa, ou seja, em tratamento. Portanto, se você recebeu alta não terá mais como utilizar esses serviços. O que significa uma vitória para você!

Como é a internação?

A admissão dos pacientes na internação ocorrerá sempre por indicação de um médico, especialista da Fundação Hemoam, podendo se dar a partir da triagem, via ambulatório ou emergência. O hospital dispõe de 22 leitos distribuídos entre crianças e adultos (masculino/feminino).

O que devo trazer para minha internação?

Você poderá trazer apenas material de uso pessoal (escova de dentes, pente, etc.). As roupas a serem usadas, durante a internação, serão fornecidas pelo hospital. Para segurança das crianças, alguns brinquedos não serão permitidos nas enfermarias. Em caso de dúvida, procure o Serviço Social de Atendimento a Pacientes.

Que tipo de alimentação vou receber?

É servido o almoço e o jantar, para todos os pacientes que permanecerem por mais de 6 horas e para os casos excepcionais, como criança (até 12 anos), idosos (acima de 60 anos), gestantes e pacientes em dietas especiais (diabetes, úlcera gástrica, insuficiência renal e em dieta líquida), independente do tempo de permanência.

As refeições serão entregues e recolhidas em horários pré-estabelecidos (Almoço – entregue às 12 horas e recolhido às 13 horas; Jantar – entregue às 17:30 horas e recolhido às 18:30 horas). As refeições não consumidas não poderão permanecer no setor após esse horário,conforme orientação e determinação da Comissão de Infecção Hospitalar do Hemoam.

Posso receber visitas?

São permitidas visitas de maiores de 12 anos, diariamente das 14 às 15 horas, de segunda às sextas-feiras e aos sábados e domingos das 14 às 16 horas. Às quintas-feiras, também são permitidas visitas, de 19:30 às 20:30 horas.
A visita de crianças menores de 12 anos poderá ser permitida, entretanto, somente após uma avaliação prévia do Serviço Social.

Posso ter acompanhante durante minha internação?

Menores de 18 anos incompletos e idosos acima de 60 anos têm assegurado por lei o direito de ter acompanhante, porém, somente uma pessoa maior de idade (mais de 18 anos) poderá permanecer ao lado do paciente.
A troca de acompanhantes acontece de 6 às 7 horas, de 12 às 15 horas e de 18 às 19 horas, na portaria. Todos os acompanhantes de pacientes internados terão direito ao café da manhã, almoço e jantar. Durante o período de internação, os acompanhantes terão disponível um armário para guardar seus pertences. Converse com o Serviço Social ou com a Gerência de Enfermagem.

Como meus familiares podem ter notícias sobre o andamento do meu tratamento?

Durante o período de internação os acompanhantes poderão se dirigir ao médico, diariamente, durante a visita médica.



Comissão de Controle de Infecção Hospitalar


Fique atento às recomendações da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hemoam:

1 – Lave sempre as mãos – Antes e depois de entrar em contato com o paciente. Para isso, use água e sabão. Nós, do Hemoam, também oferecemos Álcool-Gel, que deve ser sempre usado quando não houver sabão líquido. Pergunte à enfermagem sobre a técnica correta de lavar as mãos. Lembre-se, evite desperdícios.
2 – Não sente no leito do paciente, ainda que o mesmo esteja desocupado – O estado de higiene da cama do paciente tem um papel decisivo na sua recuperação. Colabore.
3 – Evite contato com outros pacientes – Nesses momentos difíceis, sempre queremos ajudar ao próximo mas, às vezes, acabamos, sem querer, atrapalhando o tratamento, transmitindo germes para os pacientes.
4 – Visitas – São sempre bem-vindas mas, lembre-se, que quanto menor for o número de visitantes, menores serão as chances de alguém transmitir uma doença que ainda não se manifestou, como, por exemplo, um resfriado.
É por essa razão que pedimos aos familiares e amigos, que não visitem nossos pacientes quando houver na sua residência ou trabalho, alguém com algum sintoma ou sinal de doença infecciosa, como febre, corrimento nasal, tosse ou manchas pelo corpo. Você também deve evitar a visita, se estiver com feridas nas mãos ou com feridas com saída de secreções.
Lembramos, ainda, que crianças que foram vacinadas recentemente para doenças virais (catapora, sarampo e rubéola), também não podem visitar pacientes, pois existe o risco de transmissão desses vírus. Qualquer dúvida, pergunte ao seu médico.
5 – Jornais e revistas – Ajudam a passar o tempo, mas para alguns pacientes, principalmente aos submetidos a transplantes, podem ser transmissores de fungos causadores de doenças. Sendo assim, evite revistas velhas ou feitas de papel reciclado. E quanto aos jornais, eles devem ser autorizados pela enfermagem.
6 – Plantas – Sempre alegram o ambiente, mas também podem carregar fungos causadores de doenças. Por isso, nada de plantas nas enfermarias.
Lembramos que essas doenças, que para nós são corriqueiras, para o nosso paciente podem ser desastrosas.



Transfusão e Quimioterapia


Qualquer pessoa pode receber transfusão no Hemoam?

Não. A Sala de Transfusão é o local onde são feitas transfusões de pacientes ambulatoriais matriculados na Fundação, desde que esse procedimento tenha sido solicitado pelo seu médico responsável ou pela emergência.

Vou permanecer muito tempo para receber a transfusão?

O tempo de permanência varia de acordo com uma série de fatores, como, por exemplo, o tipo de transfusão, quantas unidades serão necessárias, a idade e o estado geral do paciente. Normalmente, o tempo médio de permanência é duas horas, no entanto, alguns pacientes tomam sangue muitas vezes. Nessas ocasiões, pode demorar muito até que o laboratório consiga achar sangue compatível para você. Pergunte ao médico, se esse seja seu caso. É possível ou recomendável voltar no dia seguinte.

O que é Sala de Quimioterapia?

A Sala de Quimioterapia é o local destinado a aplicar medicamentos especiais em pacientes ambulatoriais, matriculados no Hemoam, desde que seja solicitado pelo seu médico responsável.

Que cuidados devo ter antes da quimioterapia?

Procure vir sempre acompanhado e com o seu cartão de matrícula. Faça uma refeição leve antes da quimioterapia e beba bastante líquido, após a infusão. Informe à enfermaria da sala caso tenha alergias medicamentosas e caso ocorram reações como ardor, vermelhidão ou inchaço, ao redor da aplicação venosa, durante ou após a infusão. Pergunte ao seu médico quais são os cuidados necessários para a realização do tratamento.

Vou permanecer muito tempo para receber a quimioterapia?

O tempo de permanência varia de acordo com uma série de fatores, como, por exemplo, o tipo de quimioterapia, a idade e o estado geral do paciente. Habitualmente, o tempo médio de permanência gira em torno de duas horas. Converse com o seu médico.



Direitos do Paciente


Quais são os meus direitos?

Apresentamos aqui, alguns dos seus direitos conforme o Código de Ética Médica de 1988 e Código de Defesa do Consumidor. • Ter uma papeleta ou ficha médica;
• Ter acesso e cópia do prontuário médico, ficha clínica ou similar, inclusive exames laboratoriais, laudos médicos, psicológicos, sociais ou psiquiátricos e notas de enfermagem;
• Obter cópia de anotações do médico para mostrar a outro médico;
• Requerer ficha clínica após receber alta;
• Permanecer com o seu acompanhante no momento da consulta;
• Dispor de exames laboratoriais e seus resultados em original;
• Reunir especialistas para discutir o diagnóstico do médico;
• Ficar próximo ao seu filho menor quando ele sofre alguma intervenção;
• Obter permissão da área para que crianças visitem o pai, a mãe ou irmão no hospital.

Como posso me orientar quanto aos meus direitos à benefícios do governo?

Junto ao Serviço Social de Pacientes do Hemoam você poderá obter maiores informações e detalhes quanto aos benefícios sociais como:
• Passaporte Especial Intermunicipal e Interestadual;
• Benefícios Previdenciários (auxílio doença, aposentadoria por invalidez, aposentadoria por tempo de contribuição, acidente de trabalho, etc.);
• Benefício amparo social;
• Saque do PIS e FGTS;
• Hospedagem (para pacientes de outros municípios);
• Programa de complementação alimentar;
• Encaminhamento para cursos profissionalizantes;
• Encaminhamento a recursos comunitários;
• Orientação para tratamento fora do domicílio (transporte).